Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 4

Esse texto faz parte da série Panorama da Teologia Feminista Brasileira.
[parte 1, parte 2, parte 3, parte 4, parte 5, parte 6]
Como diria Ivone Gebara “a teologia feminista é parte de uma revolução cultural que ainda está em seus primeiros passos”.  A série “Panorama da Teologia Feminista Brasileira” tem como objetivo dar visibilidade e voz para as mulheres que tem ousado dar esse passo e fazer parte dessa revolução cultural. A terceira parte da série abordará 6 mulheres engajadas na teologia e hermenêutica feminista.

Odja Barros

Odja Barros é pastora, professora de Novo Testamento e assessora do Centro de Estudos Bíblicos (CEBI). É formada em Educação Religiosa pelo Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil e em Pedagogia pela UFAL. Tem especialização em assessoria bíblica e está cursando o doutorado em Teologia pela Escola Superior de Teologia, em São Leopoldo.

Alguns de seus trabalhos: “Uma Hermenêutica feminista e simbólica do Pentecostes: Uma leitura de Atos 2:1-13 a partir da Mulher.” (Especialização, 2007); “Uma hermenêutica popular e feminista na perspectiva da mulher nordestina: um relato de experiência” (mestrado, 2011); “Re-imaginando a Trindade.” (2015); “Relações de gênero e Igreja: Por uma Ekklesia não patriarcal” (2013); “Lendo a Bíblia a partir da perceptiva da mulher” (2011).

Romi Márcia Bencke

Possui graduação em Teologia pela Escola Superior de Teologia (1998) e mestrado em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Atualmente é secretária geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil. Tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Teologia, atuando principalmente nos seguintes temas: campo religioso, laicidade, religião, políticas públicas, mulheres, teologia da prosperidade, neopentecostalismo e ecumenismo. É a primeira secretária geral mulher do O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC).

Organizou trabalhos como: ” Ecumenismo e Feminismo – Parcerias da Casa Comum” (2012). Escreveu e publicou artigos: ” Religião, estado laico e autodeterminação sexual e reprodutiva das mulheres” (2012); ” O fazer teológico e direitos humanos em diálogo com outras vozes” (2015); “Os calvários nos tempos atuais” (2015);

Maria Soave Buscemi
Nasceu na terra do Meio do mar Mediterraneo, no sul da Itália, no dia 13 de agosto, sexta-feira, de 1963. Educadora e biblista popular, há 20 anos partilha Vida e Bíblia nas erranças das muitas comunidades desta América Afro-Ameríndia. Vive na Terra do Meio do Planalto Catarinense, no “Karú”, a Terra boa dos pinheiros araucárias, a terra da árvore do Povo livre.oave partilha a poiética ecofeminista, a recriação dos textos da Vida e da Bíblia, como espaço sagrado de novas relações na construção de outros mundos possíveis.

Autora das obras: Luas, contos e en-cantos dos evangelhos; A amante, a sabia, a guerreira, a feitiçeira – uma poiética ecofeminista do Novo Testamento; Caminhos: errando entre Vida e Bíblia.

Haidi Jarschel

Doutoranda em História Cultural na UNICAMP. Possui mestrado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de Sao Paulo (1994). Atualmente é professora titular do Instituto São Paulo de Estudos Superiores. Tem experiência na área de Teologia, História, atuando principalmente nos seguintes temas: ética, relações de gênero, feminismo, violência de gênero, direitos humanos, agroecologia. Tem experiência e conhecimentos acumulados na área de políticas públicas e movimentos sociais.

Produziu artigos e obras como: “Variações sobre o bem e o mal: Reflexões ético-teológicas sobre o aborto” (1996); “Para que a memória histórica de resistência das mulheres seja guardada” (1999); “Memórias de mulheres assentadas no Pontal do Paranapanema” (doutorando);  “Ciclo da Violência: vemos o que não vemos?. Tecendo redes em defesa da vida das mulheres” (2003); “Maria numa visão ecumênica (2003); ;Religião e violência simbólica contra as mulheres” (2008); “Mulheres assentadas: narrativas sobre constituição de espaços de liberdade num modelo rural tradicionalmente patriarcal” (2014).

Tânia Mara Vieira Sampaio

Doutora em Ciências da Religião pela UMESP. Mestre em Ciências da Religião pela UMESP. Licenciada em Pedagogia com Habilitação emMagistério para Deficientes Mentais pela UNIMEP. Bacharel em Teologia pela UMESP. Atualmente é docente no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás – Campus Luziânia. Atuou como docente e orientadora no Programa de Mestrado e Doutorado e Graduação em Educação Física da UCB. Universidade Católica de Brasília, na linha de pesquisa Aspectos Socioculturais e Pedagógicos relacionados à Atividade Física e Saúde, no período de 2008 a 2016. Atuou como docente e orientadora no Mestrado em Educação Física da UNIMEP, no período de 2000 a 2008. Tem experiência na área de Educação Física (graduação e pós-graduação), atuando, principalmente, nos seguintes temas: lazer-gênero, gênero-corporeidade, lazer adaptado, lazer e políticas públicas, fundamentos histórico-filosóficos da educação física, esporte e lazer. Editora Chefe da Revista Brasileira de Ciência e Movimento – RBCM.

Seu tema de doutorado foi: “Movimentos do corpo prostituido da mulher na beleza do cotidiano – aproximações da profecia de Oséias” (1997);  “Mulher: Uma prioridade profética” (mestrado, 1990); “Movimentos do corpo prostituído da mulher” (1999); “Um corredor de experiências: práticas de aborto” (1994); “Gênero e complexidade: paradigmas para um diálogo” (2003); “Gênero e os desafios epistêmicos para a teologia e outros saberes” (2003); “Limites e Preconceitos em modalidades hegemonicamente masculinas: o caso do boxe feminino” (2003); “O estudo da relação lazer e gênero no processo de formação profissional e nas políticas públicas” (2007) entre outros.

Tereza Maria Pompéia Cavalcanti

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1966), graduação em Sciences Religieuses – Université Catholique de Louvain (1971), graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2003), mestrado em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1983) e doutorado em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991). Atualmente é prestação de serviços do Centro de Estudos Bíblicos e assistente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Teologia Pastoral, atuando principalmente nos seguintes temas: pastoral popular, bíblia, espiritualidade, mulher e comunidades eclesiais de base.

Autora de inúmeras obras, destaco apenas alguns: “Produzindo teologia no feminino plural” (1988); “Sobre a participação das mulheres ni VI Encontro Intereclesial de Comunidades de Base” (1987); “As mulheres profetisas no Antigo Testamento” (1986); “Por mãos de mulher” (1993); “A mulher nos 500 anos de Evangelização da América Latina” (1991); “O discurso sobre e a prática de mulheres na Igreja Católica Romana” (1996).

5 pensamentos sobre “Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 4

  1. Pingback: Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 3 | angeliquisses

  2. Pingback: Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 2 | angeliquisses

  3. Pingback: Panorama da Teologia Feminista Brasileira | angeliquisses

  4. Pingback: Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 5 | angeliquisses

  5. Pingback: Panorama da Teologia Feminista Brasileira – parte 6 | angeliquisses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s